Tag Archives: coelhinha da playboy

Esclarecimento

12 dez

[https://www.youtube.com/watch?v=qfXwls_470s]

Bem, pessoas, vocês sabem que não faço tipo, não finjo ser o que não sou, escrevo o que penso, coloco meus pensamentos no papel e busco ser honesta com os meus sentimentos. O dia que eu precisar mentir, fazer tipo, ficar de mais mais, prefiro sair das redes sociais, escrever apenas meus livros e falar com leitores quando estiver em evento. Nunca deixarei de dizer as coisas que penso, mesmo que pessoas entendam mal. Quando isso acontecer, vou sempre esclarecer para que assim a gente tenha uma relação franca, como acredito que precise ser.

Escrevi hoje no twitter a seguinte frase: “Uma coelhinha da playboy me escreveu dando parabéns pelo meu trabalho. Curioso, não?” Uma leitora no Twitter perguntou: Pq curioso? Respondi: Não é uma profissão muito comum, né? Para mim, me pareceu curioso. E ela rebateu: Não é profissão comum pra alguém que lê ou… ? Bem, o papo seguiu até que ela disse que eu tinha dito que era curioso UMA COELHINHA LER. Eu jamais diria isso. A minha curiosidade ficou em torno da profissão da leitora. Dei aula de teatro para garotas que posaram nuas mais de uma vez. Uma das minhas alunas, lindérrima, que está aqui no meu Facebook, foi  capa da Playboy.  Já tive aluno em situações realmente problemáticas, isso sim uma condição que muita gente tem preconceito, como ex-traficante, outro dependente químico (sumia das aulas e eu ia na porta da casa dele pedindo para ele voltar). Já tive que ir no apartamento de um aluno homossexual para contar para mãe dele que sim, o filho dela não namorava meninas e isso não era o fim do mundo.
Nunca fui boazinha, nunca fiz tipo, luto horrores para ser quem quero ser, detesto gente que fala manso para agradar pessoas. Sou fofa com leitores que me tratam com carinho e tenho enorme respeito por quem acompanha meu trabalho. Na verdade o preconceito foi comigo. Por que não posso achar que a profissão de coelhinha da playboy é curiosa? Escuto todos os dias: Você é escritora? Que curioso. Sim, é curioso. Assim como ser uma coelhinha da playboy ou um prático que ganha muito bem para atracar um navio, porque conhece a geografia de um porto. Uma vez uma pessoa afirmou jamais ter apertado a mão de uma escritora na vida. Estou escrevendo não para me defender, ou para criticar a leitora que não entendeu o que eu disse, muito menos para me desculpar com a coelhinha (ela entendeu perfeitamente a frase), mas sim para deixar BEMMMMM claro. Se futuramente alguém comentar: “A Tammy disse uma vez que acha que uma coelhinha não pode ler”, alguém vai falar: Ah, não, ela achou curiosa a profissão. O que fico triste nisso tudo é que a leitora comentou que outras pessoas estavam achando a mesma coisa na timeline do twitter. Eu não fiz meu Twitter hoje, as pessoas estão me conhecendo agora? Essa frase não está perdida no meio do nada. Eu sou uma pessoa que grava vídeos para ajudar garotas a se amarem, a serem ainda mais felizes que tem um propósito de trabalho sério, buscando uma troca especial com leitores. Aí seria essa mesma pessoa que seria imbecil de julgar alguém? A única pessoa que eu julgo na vida sou eu mesma e para me tornar alguém melhor.
Eu sou do teatro, virei escritora por amor, me tornei alguém um pouco mais pública a custo de MUITO trabalho. Uma luta que é tatuada em mim e por vezes tento esquecer, para não ter amargura no coração. Já fui literalmente cuspida profissionalmente, desenganada artísticamente (como costumo dizer) e sei o que é alguém te tratar mal pelo caminho que você escolheu. Não faria isso com quem quer que fosse. Como não faço. Para mim são todos iguais. Falo com leitores na rede social e normalmente são eles que me dizem tchau, precisam ir para dormir. 🙂
O que sempre lutei é para que escritores sejam valorizados no Brasil. Canso de reclamar que um site divulga tudo sobre uma pelada, mas não coloca informações sobre livros lançados. Isso nada tem a ver com quem posa nua. Cada um tem seu corpo, trabalha com o que quer e acredita no seu sonho.
Quem acompanha meu trabalho sabe que gravei um vídeo “Escritor também tem bunda” em que digo que não tenho nada contra quem posa nua. Tenho sim com a falta de divulgação para os escritores nesse país! Fica o vídeo para confirmar que não tenho e jamais tive preconceito com gatinhas, coelhinhas…

https://www.youtube.com/watch?v=qfXwls_470s

E sim, continuo achando curioso alguém ser uma Coelhinha da Playboy.

Grata pela compreensão.

Anúncios