Arquivo | Uncategorized RSS feed for this section

Novo endereço!

6 fev

Esse Blog mudou de endereço! www.tammyluciano.com.br/blog

Obrigada sempre pelo carinho de todos vocês!!!

Sejam sempre felizes!

Ainda sobre Santa Maria…

31 jan
INDIGNAÇÃO EM VOZ ALTA!
(Coloquei esse texto no Facebook, muita gente curtiu, resolvi colocar aqui para arquivar e ainda mais gente possa refletir)

Nossa atitude é voltar o olhar para nossa vida e deixar a morte dos jovens de Santa Maria em ontem. Acho eu, pelo pouco que entendo, ser esse o primeiro degrau da negação desse luto nacional. Muitos dizem “não quero ler as notícias, não vou me envolver, chega do assunto, voltemos nós para o nosso facebook compartilhando piadas, fotos… divertidas… E depois o carnaval vai chegar mesmo! Ah, e tem o BBB que faz a gente se divertir e esquecer a realidade”.

Pessoas do Brasil, a hora da nossa indignação é AGORA! Você acha que depois, quando seu carro cair em um buraco ou você for assaltado, alguém vai te escutar? Um acontecimento horroroso desses precisa servir para que a gente reclame esse Brasil de tantos absurdos, abusos e mentiras.

Mais de 230 pessoas morreram porque nesse país não existe cobrança, a legislação é fraca e muitos brasileiros abraçam a lei do “jeitinho”. Hoje uma das vítimas sofreu morte encefálica, quase 120 pessoas estão em hospitais e 70 seguem em estado crítico. Não podemos pensar agora no nosso bem estar, em tocar a vida, nas nossas emoções com um egoísmo que, na verdade, nos faz ser parceiro de toda a lama… O Brasil precisa gritar alto, muito alto, se incomodar, repassar o assunto, trocar ideia, fazer esse acontecimento tão hediondo virar uma revolta pacífica nacional.

Escritores amigos que se incomodam com a falta de valorização da literatura brasileira, usem seu talento na escrita para cobrar atitude dos nossos governantes, escrevam, divulguem textos, coloquem o coração para fora do corpo, mostrem a cara, façam pedidos de ação, usem o dom da escrita para salvar todos esses anjos que estão chegando nesse exato momento no céu. Leitores que lutam por preços mais baratos de livros, essa tragédia é muito pior do que isso. Artistas, usem seu carisma para divulgar a reflexão, os pedidos de investigação, punição…

Precisamos nos indignar em voz alta, reclamar os direitos dos mortos e pensar que nosso país não é apenas de governantes. Se a gente não se importa, finge estar tudo bem e volta para nossa vida, aquelas pessoas vão continuar mortas para sempre. São famílias inteiras, uma cidade toda de luto e algo nesse país precisa mudar! URGENTE!

Muito dinheiro em impostos são pagos para que existam fiscalizações, cobranças, multas… Ou a gente se incomoda em voz alta, aproveita a internet para externar nosso horror e consegue que essas mortes tenham alguma finalidade (se é que isso é possível) ou futuramente teremos novas casas noturnas pegando fogo, novos lutos nacionais e dores profundas, irritantes que não é de uma pessoa só, é do Brasil todo. Ou você só vai se incomodar quando um bueiro explodir na sua rua ou um moço fizer xixi no seu muro?

Compartilhe essa ideia!

(Deixo aqui, mais uma vez, meus sinceros sentimentos para as famílias de todas as vítimas desse absurdo)

Onça com onça

24 jan
Vale informar: A foto foi tirada quando o carro estava estacionado. Quando dirigir, esqueça o celular! Fica a dica!

Vale informar: A foto foi tirada quando o carro estava estacionado. Quando dirigir, esqueça o celular! Fica a dica!

 

Eu gosto muito de estampas com bicho. Acho feio quando a pessoa se monta demais e fica meio pavão, vale sempre cautela para não peruar demais. Minha opção é sempre dar uma neutralizada com a simplicidade: chinelinho, regatinha, bermuda jeans, casaquinho de onça, pulseira de onça e um anelão branco de flor me fizeram sentir bem, leve e ao mesmo tempo bem vestida. Porque a gente pode estar arrumada, sem estar no salto. Fui assim ao dentista. Na saída encontrei uma senhorinha conhecida que me disse: Você está linda de onça. Colocou onça com onça, adorei! Caminhei até o carro pensando sobre ter colocado onça com onça, sem pensar muito na combinação. Eu me arrumei rápido, estava atrasada para o dentista e quando peguei o casaquinho, coloquei na hora a pulseira (É da Triton. Uma das minhas preferidas!)

Aliás, estou aproveitando esse período de férias literárias para visitar meu dentista e dar aquela revisada anual nos meus dentes. Como andam os dentes de vocês? É um assunto sério e super importante. Descuidar do dente é problema certo no futuro. Não adianta estar toda arrumada, bonitona, fazendo limpeza de pele regularmente, se está relaxando com os dentes.

Comecei na onça e fui parar no dente. Bem, guarde a mensagem desse post e está tudo certo!

Seja sempre feliz!

Um tenis dourado e os pezinhos um dedo acima do chão!

23 jan
Douradinho para divertir!

Douradinho para divertir!

Eu ganhei de presente de natal esse tênis dourado (Ganhei mesmo, não é jabá! É da Aquamar, antes que perguntem. O forro de oncinha me fez amar de vez!) e estou apaixonada por ele. Há uns anos atrás, comprei um tênis prata com branco da Arezzo, tenho até hoje, e sou simplesmente apaixonada por dourado ou prata em tênis. Não sei bem explicar, mas esse tênis dourado me deu uma sensação boa de ficar com os pés um dedinho acima do chão. Sabe aquela vontade que da gente de ficar na ponta dos pés? Gosto dessa ideia de fugir um pouco do padrão normal, porque mesmo o tênis dourado não sendo novidade, todo mundo quando usa um, sai do lugar comum.

Eu acredit0 que roupas, sapatos e acessórios mudam nosso estado de humor e ajudam a gente a ser o que a gente é. Por que não sair um pouco da rotina? Olhar um pouco para você mesma e sorrir? Quem sabe até caminhar se distraindo com os brilhinhos nos pés. Adoro as oportunidades de tirar um pouco a rotina da vida da gente. O dia a dia já é tão corrido, nossa mente vive sempre cheia de tantas cobranças internas: precisamos acertar, conseguir, fazer, acontecer, isso e aquilo. Tem dias que um tênis douradinho é tudo que a gente quer, para sair por aí!

E você, o que no guarda-roupa sai do lugar comum?

Seja sempre feliz!

O poder do sorriso na sua vida!

22 jan

Caminhando e sorrindo!

(Texto de Tammy Luciano. Se divulgar, coloque a autoria)

Cartola sabiamente cantou: “A sorrir, eu pretendo levar a vida”. Sorrir faz um bem enorme. Sempre que consigo me divertir com amigos, dou boas gargalhadas, depois o efeito é fácil de ser notado. Meu organismo está com uma sensação boa de felicidade sem grandes motivos ou alguma notícia bombástica. Mas você sabe o que acontece dentro do seu corpo quando você dá boas gargalhadas? Quando sorrimos e gargalhamos, nosso organismo libera endorfina e serotonina e a gente fica com essa sensação boa de alegria, o mundo é uma delícia e a gente está feliz à beça.

Aí você pensa: Ah, mas depois isso passa. Nada! Essa alegria vai agir diretamente na sua saúde, capaz até de combater uma depressão. Por isso é tão importante quando não deixamos só quem amamos. Se a pessoa está doente, um bom papo e boas gargalhadas são gotinhas de saúde no coração. Segundo os médicos, um bom sorriso pode diminuir a pressão arterial, desintoxica o organismo e até a pele fica mais bonita. Quem nunca percebeu como uma pessoa hospitalizada deu aquela animada depois de um bom papo com amigos e boas risadas?

Vale a gente lembrar também daquelas pessoas amarguradas que vivem reclamando da vida, cara fechada e que parecem atrair constantemente problemas de saúde, doenças e idas ao hospital. Sei que é complicado sorrir no meio de problemas, conseguir manter a leveza se em uma rotina de aborrecimentos. Vale tentar. Pode acreditar que existe gente que consegue ser feliz, mesmo com todas as dificuldades que enfrenta. Fácil a gente lembrar de alguém que tem tudo, vive de cara amarrada e outras pessoas que, mesmo lotadas de notícias ruins, não jogam tristeza para cima de ninguém.

O sorriso não vai resolver a vida de ninguém, mas ajuda muito. Gargalhadas abrem portas para a criatividade, para novas possibilidades e para que você consiga fortalecer suas questões íntimas de alma. Depois de noites de risadas, ótimas ideias chegaram na minha cabeça. De bom humor, a gente acredita mais na gente mesmo, consegue ver luz no final de todos os túneis e é capaz de reformular a própria vida, mandando embora qualquer azedo que nos contamine. Isso também vale falar aqui. Se você sente que aquela pessoa adora valorizar coisas ruins, é pessimista de carteirinha, melhor tentar aconselhar a mudar e se não tiver jeito, você começar a se contaminar com a melancolia que não te pertence, se afaste um pouco. Tem gente que adora levar o outro para baixo.

Sorria. Se envolva com bons sentimentos, gargalhe, abrace a felicidade e receba tudo de bom que o universo é capaz de te oferecer!

Seja sempre feliz!

Vamos falar de alimentação?

21 jan

Coloque verde no seu prato!

Coloque verde no seu prato!

Oie, garotas (e garotos) lindos! Cada dia mais esse Blog se torna especial para mim e o bacana é poder falar das minhas experiências com vocês, afinal estou tão acostumada a falar das experiências das minhas personagens nos livros. Esse é nosso cantinho oficial da troca de experiências e eu adoro saber o que vocês pensam. 

Muitas leitoras me escrevem perguntando detalhes da minha vida. Apesar de eu ser escritora, muitas curtem minhas roupas, perguntam onde comprei meus sapatos, que esmalte uso e muita gente questiona como consigo me manter magra, pedem receitas dos pratos que às vezes coloco no Instagram e eu mesma preparo. Por isso, pensei em falar um pouco mais do assunto aqui no Blog. Até porque no final de semana falei com duas amigas sobre o tema e me inspirei!

Primeiro, vou começar falando: Nunca tive problema com peso. O que pode decepcionar quem já nasceu com problemas de obesidade, afinal se eu nunca fui acima do peso como posso querer dar conselhos sobre alimentação, peso…? É, fui magra a vida toda, mas acho que posso dar umas dicas interessantes.  E assim como muitas pessoas que são criticadas por estarem acima do peso, ser magra já foi um problema nos meus dias. Quando adolescente, minha magreza me fez sofrer bullying na escola. Eu tinha um corpinho magrinho demais e os garotos me criticavam, achando que de uma hora para a outra eu engordaria 10 quilos. Aprendi naquela época a ser forte e comecei o exercício de gostar de mim.

Mesmo não tendo problemas para engordar, entendi logo como a alimentação faz diferença para que o meu corpo fique bonito, eu consiga manter o peso (quanto mais idade a gente tem, mas complicado fica manter o peso) com uma alimentação que me faça bem e o mais importante: tenha saúde. Porque ser magra não é só uma questão de visual, mas de bem estar. Não adianta sonhar com o corpo perfeito se você vive comendo hamburguer, devorando doces, pão e ficando amargurada na frente do espelho. Quando você olha uma dessas famosas de biquíni com um corpo bonito, pode acreditar que ela faz conceções alimentares. Impossível comer tudo aquilo delicioso que existe na nossa geladeira e o corpo não devolver seu investimento nessas gostosuras. Seu corpo apenas responde. Eu tinha uma conhecida que um dia afirmou comer um barra de chocolate por dia. Uma barra dessas grandes por dia? Isso mesmo. Ela pesava mais de 120 quilos e detestava a vida que tinha. Ué, o corpo dela apenas obedecia! Opa, mais uma barra de chocolate? Pode deixar que vou fazer o que você está me pedindo: en-gor-dar!

De tanto me preocupar com alimentação, hoje algo ótimo acontece: Se tem algo gordurento, como um bacon, eu imagino aquilo nas minhas veias e decido não comer. Tá, eu sei é meio neurótico, mas me impede de comer muitos alimentos que não me fariam bem. O contrário também acontece. Quando eu como um brócolis, penso no bem que estou fazendo no meu sangue e organismo como um todo. Fico nervosa com quem sei que só come massas, gorduras e empanados. O que a pessoa está fazendo com ela mesma? No futuro o corpo vai cobrar! Porque é saúde! Saúde… E um corpo sequinho de brinde.

Se você quer perder peso, precisa primeiro refletir tudo que você morde e engole analisando o que anda fazendo de errado. Prestar atenção mesmo, ficar em alerta. Pratos sem legumes e salada só farão você ter problemas de saúde. Você odeia salada? Detesta legumes? Desculpa dizer, mas isso não interessa para o seu organismo. Seu corpo não entende que você não gosta e não se torna compreensivo por isso, tentando alternativas. Ele precisa desses alimentos e começa a falhar com a ausência de nutrientes. Posso falar por mim: comecei comendo salada na adolescência, me forçando, tentando e de repente passei a sentir falta. Para mim, por exemplo, um prato de massa fica ainda mais delicioso se eu também como uma saladinha que pode ter alface, tomate cereja, palmito, um pimentão amarelo e outras delícias saudáveis.

Beber água também é fundamental. No meu caso, eu preciso lembrar da água. O dia vai passando e esqueço. É bacana você avaliar o que está errando, para melhorar e tentar mudar isso. Não adianta comer pão, queijo, almoçar lasanha quatro queijos, lanchar sonho com refrigerante, jantar macarronada e antes de dormir comer bolo. Eu adoraria devorar todas as delícias do mundo, mas para manter o corpo e a saúde necessita introduzir alimentos menos calóricos na sua alimentação. Não sou de comer pão no café da manhã. Normalmente, vou de torrada, mas já li que um pão de manhã não tem problema, ou seja é questão de não extrapolar. Não sou de comer massa durante a semana. Mergulho fundo nas carnes brancas, saladas e legumes. Até arroz eu dou uma diminuída. Amo chocolate, mas também evito.

Que tal se vocês começassem a mudar aos poucos. Não acredito em medicas radicais. O paladar precisa se acostumar. Se você radicaliza, desiste no meio do caminho e não consegue realizar a transformação de mudar sua alimentação para melhor. Garanto que devagar e sempre, mudando aos pouquinhos, um dia você vai falar: “Hum, estou com um desejo de comer uma saladinha”.

(IMPORTANTE: Sei que algumas garotas têm problema de obesidade e mesmo comendo alimentos saudáveis, engordam com facilidade. Não sou médica, nutricionista, estou apenas passando minha experiência. Aconselho você a sempre procurar um médico. Esse post é para as pessoas que se alimentam errado e poderiam perder peso, se conseguissem mudar a rotina das suas refeições, mas vale você conversar com quem pode ajudar você de maneira individual, entendendo seu problema e ajudando você nos seus questionamentos) 

Esse tema rende muita coisa bacana para contar. Espero que tenham gostado da minha reflexão. Aguardo o feedback de vocês! Como é a sua alimentação?

Linda semana! Sejam sempre felizes!

Crônica Falada 25 já está no ar!

21 jan

Vai melhorar!