Archive | setembro, 2011

28 de setembro de 2011, quarta-feira. Meu dia no Programa do Jô!

28 set

No álbum do coração: Eu e o querido Jô Soares!

 O único termo que encontrei para explicar minha última semana foi Furacão do bem! De repente minhas horas aceleraram, os acontecimentos da minha vida fizeram meu coração disparar e, somente agora, tenho tempo para escrever, aqui no blog,  e contar detalhes da gravação do Programa do Jô, já que muita gente perguntou querendo saber.

O convite para o Programa foi maravilhoso, porque, por mais que você trabalhe intensamente naquilo que ama, nunca sabe o alcance do seu esforço. O convite veio em um momento especial, em que me sinto mais preparada para falar do meu dia a dia de escritora.

Depois de uma pré-entrevista por telefone, minha ida ao programa foi confirmada. Comemorei, mas também fiquei com um enorme friozinho na barriga. Daria conta do recado? Será que a entrevista daria certo? Conseguiria abrir a boca na frente do Jô Soares que tanto admiro? Poucos dias passaram e a produção – sempre atenciosa – telefonou para tirar dúvidas sobre a minha vida, esclarecer bem os acontecimentos e isso foi me deixando confortável para a entrevista.

No dia da entrevista, estava bem calma, tão calma que comecei a ficar nervosa… rs As horas foram de muitas emoções e pensamentos. Tudo uma doce correria. Pegamos o avião no começo da tarde – meu Agente Literário Bruno Borges ao lado – um carro da produção, já em Sampa nos levou direto para a TV Globo.

As horas passaram rápido e não tive muito tempo de espera. Depois de um jeito no cabelo e da maquiagem, aguardei no Camarim. Um senhor veio me microfonar e a ficha caiu que daria uma entrevista na TV. E para o Jô Soares!

Já no estúdio, eles gravam no esquema quase ao vivo e mais de um programa foi gravado em sequência. Eu fazia parte do segundo grupo de entrevistados e dividi o programa com o ator Leonardo Miggiorin e o filósofo Paulo Ghiraldelli. Fomos apresentados minutos antes da gravação e entramos os três juntos para encontrar o Jô. Com o estúdio lotado, o local é diferente daquilo que imaginava. Ao vivo sempre fica diferente, né? Além da plateia, do sexteto e do Alex, tem muita gente da produção envolvida para fazer a máquina do Programa do Jô funcionar. O que eu já esperava.

O primeiro entrevistado foi o Leonardo. Confesso que jamais imaginei o sexteto me acalmando, mas foi sua música que me fez ficar tranquila. Tentei assistir o Leo, sem me preocupar que a segunda seria a Tammy que tantas vezes sonhou com aquela noite. Ao final da gravação do Ator, uma parada mínima, o sexteto voltou a tocar e Jô me chamou:

– “Ela é escritora, jornalista, atriz e já fez várias pontas na TV. Tammy Luciano venha para cá!”

Preciso dizer o que eu senti? Foi emocionante. Abri um sorrisão e lá fui eu, torcendo para não tropeçar nos fios das câmeras. Quando sentei, por um segundo, achei que estava no meio de um sonho, abriria os olhos e daria de cara com o teto do meu quarto. Isso não aconteceu.

A entrevista foi divertida e, por um momento, lembrei da minha amiga Leila Rego comentando que eu era engraçada demais contando minhas histórias. Muita gente poderia me conhecer melhor naquele momento, saber da enorme batalha profissional até chegar no Jô e curtir minhas ideias. Aquele seria o momento de abrir meu coração, confiar que demorou muito para estar no Programa e acreditar que estava preparada para falar de mim. Relaxei. Esqueci que estava sendo filmada, olhei para a plateia agradecendo os sorrisos direcionados a mim e aproveitei aqueles momentos ao lado de um homem tão talentoso e generoso como o Jô Soares. Afinal, quais os apresentadores que valorizam tanto a literatura como ele e divulgam os escritores? Poucos, muito poucos.

Depois daquele início tenso, senti que o Jô foi curtindo a conversa. Me senti protegida quando ele passou a segurar minha mão, como tratou bem meus Pais, brincando com eles, como foi respeitoso com minha carreira mesmo com os comentários que eu tinha feito pontas na TV. Jamais escondi que meu lado atriz foi mais intenso no teatro e fiquei feliz em poder mostrar minhas participações em TV para meus leitores conhecerem um pouco desse lado, que muitos não tinham nem ideia.

Muita gente perguntou o que tinha na caneca. Eu estava tão nervosa que mal vi a caneca. É água na caneca, gente!

Adorei também como o Jô valorizou meus vídeos do Crônica Falada. Ele foi tão querido comentando o “Não Refica”, me dando oportunidade de comentar sobre o “Encantada”. Foi ótimo também ver como consegui divulgar ‘Sou Toda Errada’. E para minha total alegria, contei sobre minha contratação pela editora Novo Conceito. Ali meu coração disparou. De repente, a plateia estava me aplaudindo emocionada. Quando achei que choraria, a entrevista acabou e o Jô disse:

– Menina, você é ótima. A entrevista foi maravilhosa – Tiramos uma foto que vai marcar esse momento da minha vida. Eu sou a prova viva que, acreditando no sonho e insistindo muito, um dia as pessoas acreditam em você, desistem de te fazer desistir e o universo conspira!

Não tenho como expressar minha enorme gratidão por todas as mensagens, tweets, e-mails, comentários na internet, telefonemas e recados elogiando minha participação no programa. O carinho de vocês foi igualmente emocionante aumentando a importância da participação no Programa.

Blogs que comentaram minha ida no Programa do Jô:

– Bookaholic – http://bookaholic.com.br/especiais/tammy-luciano-no-programa-do-jo/

– Tesouro Literário – http://www.tesouroliterario.com/2011/09/autora-tammy-luciano-no-programa-do-jo.html

–  Leitura Clandestina –  http://literaturaclandestina.blogspot.com/2011/09/depois-de-ter-sido-entrevistada-no.html

Nossa! Obrigada, obrigada, obrigada! 🙂

Para quem ainda não assistiu minha participação no Jô: http://programadojo.globo.com/platb/programa/?s=tammy+luciano Espero que gostem!

Com amor. Tammy

12 de setembro de 2011, segunda-feira! A Bienal 2011 e tudo de maravilhoso que vivi…

12 set

Dias emocionantes com vocês!

Será que consigo expressar aqui no Blog como foram os 11 dias de Bienal? Será que saberei colocar as palavras certas para passar um pouquinho da emoção que senti todos esses dias?

A Bienal é o momento que o autor tem para encontrar seus leitores na festa do livro. Pensei dois meses seguidos no evento, mandei fazer 11 vestidos, um para cada dia, mas tudo aconteceu muito melhor do que imaginei e tão ou mais lindo quanto desejei. Queria muito encontrar meus leitores, mas não tinha ideia que seria tão especial. Quando comecei nas letras, ainda adolescente, queria escrever para mim, para desabafar, expressar minha visão do mundo e reler depois meus pensamentos, dividindo comigo, futuramente meus próprios sentimentos.

Jamais imaginei algum dia me ver sendo reconhecida de maneira tão linda, com pessoas se emocionando por estarem ao meu lado, contando histórias de como me descobriram, como compraram meu livro, como conheceram minhas letras, o que acharam da maneira que contei a história da Fernanda Vogel – Fernanda Vogel na Passarela da Vida. O que acharam dos meus poemas – Novela de Poemas – e o que sentiram ao ler o livro em que a protagonista deveria ser boazinha, mas acabou se transformando em uma vilã – Sou Toda Errada.

Foi MUITO especial a parceria entre a Novo Conceito e o grupo Novas Letras. Novo momento, novos ares, novos dias! Fiquei feliz quando soube que teríamos debates diários sobre temas importantes da literatura, encontrando nossos leitores no estande de uma editora que é reconhecidamente muito presente e vitoriosa no mercado editorial. A divulgação de que estaríamos no estande da editora do Nicholas Sparks aqui no Brasil fez muita gente nos dar parabéns. Os leitores adoraram, falaram do carinho pela editora, pelo Novas Letras e da alegria ao ver essa parceria acontecendo. Foi lindo poder encontrar vocês todos os dias nos debates. Falamos de tantos temas oportunos da literatura: Ser escritor, Livro digital, Cenários, Protagonistas, Coadjuvantes, Futuro do livro, Nossas carreiras, Rotina do escritor, Divulgação do livro… Bom demais ter na plateia além de leitores, pessoas que amam escrever e queriam dicas para suas carreiras. Emocionante terminar o debate e sentir a emoção de vocês ao falar comigo.

Emociona também saber que uma leitora está tremendo só porque me encontrou. Senti várias vezes intensa alegria quando alguém tirava meu livro da bolsa e dizia: “Eu adoro você, autografa para mim?” Não vou esquecer a emoção de várias leitoras queridas, de pessoas que levaram meu livro para casa e me falaram palavras de fazer o coração bater. Vou citar algumas garotas especiais aqui para vocês sentirem o tamanho da escola de samba interna que eu vi iluminar minha alma. Como esquecer do nervoso da Josy ao me ver, as mil fotos que quis tirar? Fofa! Não tem como apagar da memória a alegria da Clarisse Cunha por apenas estar comigo, por receber meu autógrafo e tirar uma foto. E os presentes da Jane, uma flor e um colar, lindos que são a minha cara e, claro, vou usar em próximos eventos muito orgulhosa.

Foi muito especial escutar o que vocês acham do meu trabalho. Não tinha realmente ideia que vocês curtem tanto o Crônica Falada, não sabia como tinha gente me acompanhando na internet. Por mais que saiba que ‘Sou Toda Errada’ está vendendo, a Bienal é realmente ainda mais intensa para perceber o alcance. Algumas leitoras comentaram a maneira como expresso meus sentimentos, como falo com elas. Meu enorme obrigada!

Essa Bienal serviu ainda mais para me aproximar das minhas amigas Leila Rego e Patrícia Barboza. Escritoras parceiras do Novas Letras que admiro e tive contato muito próximo em vários dias da Feira. Tenho agora ainda mais carinho por vocês. Leila, obrigada pelas palavras e pelo apoio… Amei você comprando meu primeiro livro – Fernanda Vogel na Passarela da Vida. Quero saber sua avaliação. Patrícia, adorei cada dia com você, o Bruno Borges e a Pri Beletato. Vocês foram queridos parceiros de Bienal. Paty, curti muito te ver autografando sem parar. Adorei saber que o Bruno está ainda mais seguro no ofício de assessorar. Pripri, obrigada por curtir meu trabalho de maneira tão doce. Alguns dias desconfio que você foi um presente de algum anjo bom.

Enderson Rafael – Verônica, linda, meu enorme obrigada pelas fotos, pelo sorriso e por ser tão fofa! – e Fernanda França, estive poucos dias com vocês na Feira, mas adorei nosso debate com o grupo todo reunido. Nosso grupo fica forte e com unidade quando estamos os cinco juntos. Muito sucesso na carreira do grupo e na carreira de cada um.

Beijo grande para as escritoras Drica Pinotti e Lycia Barros! Adorei papear com as duas! Que os livros de vocês façam ainda mais sucesso e conquistem ainda mais leitores! Adorei a troca de figurinhas.

Algumas imagens inesquecíveis ficam: uma repórter do Jornal O Globo assistindo nosso debate no estande da Novo Conceito e fazendo matéria sobre o Novas Letras (leia aqui: http://oglobo.globo.com/blogs/prosa/posts/2011/09/05/os-multiplos-bracos-da-web-na-difusao-do-fascinio-pela-leitura-403603.asp); quando tive a honra de conhecer a Emily Giffin, autora de ‘Ame o que é seu’ e ‘Questões do Coração’. Ela queridamente autografou meus livrinhos, adorou saber que sou uma autora brasileira e foi muito simpática; gravando com a equipe do programa Estúdio Móvel, da TVE, podendo falar dos meus livros, da história do meu trabalho e divulgando ‘Sou Toda Errada’ com a repórter muito interessada no livro. Paula Pimenta indo no estande da Novo Conceito para dizer um oie para nós do Novas Letras com seu jeito mineiro e fofo; eu e Leila Rego passeando pela Bienal e leitoras fazendo a festa com a gente, pedindo autógrafo, querendo foto… Uau! Quanto carinho de uma vez só, meninas lindas!

Também me senti muito honrada de ser uma das autoras do estande da Saraiva. Foi especial autografar em uma livraria que adoro, com leitores vindo falar, amigos prestigiando e pessoas queridas aparecendo para me ver. Meu enorme obrigada para a equipe da Saraiva. No final dos autógrafos, entreguei botons para as vendedoras da Loja e todas foram super fofas, dando o maior apoio para o meu trabalho e me tratando com o maior carinho! Tenho muito respeito por todos que vendem livros e divulgam o nosso trabalho de escritor, reconhecendo nossa batalha. Quero agradecer a equipe do Recicla Livros, campanha da qual sou madrinha, por ter ido me ver. Aline, obrigada! Espero que sua filhota adore Sou Toda Errada.

E é claro que como escritora, eu também tenho meu lado leitora. Voltei para casa com 32 livros! Alguns com preços ótimos! risos. Vale contar aqui que ganhei da Novo Conceito os livros: ‘Questões do Coração’, ‘O Céu está em todo lugar’, ‘Por que amamos ler?’ e ‘Anna e o Beijo Francês’. Aí no último dia não resisti e comprei: ‘Uma proposta irrecusável’ e ‘Na minha Pele’! Todos os livros da editora são lindos! Andando pela feira, comprei ‘O Mágico de Oz’ – como atriz, fiz um espetáculo sobre o Mágico há anos e sou apaixonada pelo texto -, os romances: ‘A rainha da fofoca’ da Meg Cabot, paguei somente 20 reais, ‘Homens, dinheiro e chocolate’, Menna Van Praag, ‘Como dormir sozinha numa cama de casal’, Theo Pauline Nestor, ‘Coração ferido’, Chelsea Cain, ‘Tudo aquilo que nunca foi dito’, Marc Levy, ‘Menina Morta-Viva’, ‘Te amo, te odeio, sinto sua falta’, os dois da autora Elizabeth Scott, ‘Química perfeita’, Simone Elkeles, ‘A magia das fadas e flores’, Eddie Van Feu, ‘O livro das meditações’, Gilda Telles, ‘Como ser feliz o tempo todo’, Paramhansa Yogananda, ‘Nossa Senhora’, Carolina Chagas, ‘O amor’, Alice Yates, ‘Cartas para Julieta’, Lise Friedman e Ceil Friedman, ‘Uma trilogia de fadas’, da Betty Bib, as biografias: ‘Marilyn e JFK’, François Forestier, ‘Caio Fernando Abreu’, Jeanne Callegari, ‘Stephanie Meyer’, Chas Newkey-Burden, dos livrinhos de comida saudável e os livros lindos das escritoras brasileiras: ‘Minhas Lembranças’, Juliana Ferreira, ‘Pobre não tem sorte 2’ – ‘Alguma coisa acontece no meu coração’, Leila Rego, e ‘Lulital’, Pri Beletato. No caso de Lulital, eu não comprei, quis pagar, mas a Pri acabou me presenteando com o livro e ainda me fez sorrir com um agradecimento de emocionar o coração.

Quero agradecer demais também a todos que foram prestigiar nossos eventos no estande @Novo_Conceito. Para os blogueiros amados que foram nos ver várias vezes, ajudando a aumentar de maneira aquecida nossa platéia, em especial para a galera amada que esteve várias vezes com a gente: Alexandre do Bookaholic Boy, Priscila Braga (Bookaholic) que foi nos ver com um boton lindo do meu grupo Novas Letras, Pri Beletato (Viaje na Leitura), Tathy (Eu sou Assim), Galera do Sobre livros… Leandro Schulai, valeu pela cobertura em um dos eventos! Ainda mais sucesso com o Vale dos Anjos. Beijo para as meninas de Fortaleza pelo carinho, para a Nanda do Viagem Literária… O marcador do seu blog tá lindo! Adorei também gravar um vídeo para a página Livros e Bolinhos (adoro falar Livros e bolinhos! rs) e quero mandar beijoca para a Livia, do Leiturinhas, por me tratar com o maior carinho. Beijo para Babi Dewet, Gui Liaga e tanta gente linda que fez questão de me fazer sentir especial.

Em um dos dias de debate na Novo Conceito, o Novas Letras recebeu a visita da querida atriz Julianne Trevisol, a Rita da novela ‘Vidas em Jogo’. Quem acompanha sabe que não é a primeira vez que a Ju participa de um evento em que eu esteja. Quando autografei ‘Sou Toda Errada’, contei com a sua participação ilustre lendo trechos do meu livro. O que na época foi uma alegria enorme, já que a Julianne é uma excelente atriz e me emocionou encarnando a Mila. E dessa vez, a Ju esteve com a gente em um debate muito interessante falando sobre como nós autores criamos uma personagem e como ela atriz cria essa personagem dentro de si para interpretar. Foi bem especial a presença da Ju no estande. Ela não só deu muita demonstração de entendimento do seu trabalho como atriz, como arrasou lendo trechos do livro “O Céu está em todo lugar”, da Jandy Nelson. O livro é lindo, apaixonante e a Ju conquistou o público interpretando aqueles trechos. Ju, obrigada pelo carinho, pela amizade, por estar comigo e a Patrícia Barboza em mais um momento lindo. Fico tão feliz de saber que você é fã do meu livro! Você é minha atriz preferida para interpretar a Mila. Muito sucesso!

Deu para notar que a Bienal foi linda e inesquecível, né? É estranho dizer isso, mas minha vida parou nesses onze dias, ao mesmo tempo que fluiu intensa e cheia de emoções. Dias marcantes e momentos de muito fortalecimento pessoal e ainda mais profissional. Porque com tanto carinho de vocês, enchi meu coração de combustível para seguir ainda mais animada com a minha escrita. Um obrigada enorme, sincero e amado para todos que fizeram da minha Bienal a NOSSA Bienal!

Alguns blogs falaram da minha participação na Bienal:

1) @pribeleltato – http://www.viajenaleitura.com.br/2011/09/cobertura-bienal-do-rio-de-janeiro-2.html, http://www.viajenaleitura.com.br/2011/09/cobertura-bienal-do-rio-de-janeiro-1.html e http://amagiadelulital.blogspot.com/2011/09/bienal-do-livro-rj-o-que-passou-e-o-que.html

 2) @viciadosleitura – http://viciadospelaleitura.blogspot.com/2011/09/xv-bienal-do-livro-rj-o-que-teve-0709.html

 3) @myris_ – http://www.nacabeceiradacama.com.br/2011/09/xv-bienal-rio-de-janeiro-dia-1.html  http://www.nacabeceiradacama.com.br/2011/09/xv-bienal-rio-de-janeiro-dia-2.html  e http://www.nacabeceiradacama.com.br/2011/09/xv-bienal-rio-de-janeiro-dia-4.html

4) @PrisAmaral – http://prieoslivros.blogspot.com/2011/09/bienal-do-livro-rio-2011-eu-fui-pri-no.html

(Se você fez um post que fale da minha participação, me envia que coloco aqui. Desde já, meu enorme obrigada!)

Deixo aqui também uma entrevista comigo feita pelo @leoschabbach: http://www.napontadoslapis.com.br/2011/08/caminhos-para-o-novos-autores-bate-papo.html Espero que vocês gostem da entrevista!

Com amor. Tammy