30 de março de 2010, terça-feira

30 mar

(Foto: Meu muito obrigada pelas palavras e recados!)

É claro que eu me perguntei se o título Sou Toda Errada era bom para o meu livro e mais ainda se era bom para o planeta, já que sou alguém tão positiva e quero tanto ajudar de alguma forma, com a minha literatura, a melhorar o nosso mundo. Sou uma formiguinha na floresta levando minha folhinha de amor no meio do enorme mundo verde. E não queria ser um inseto ruim, carregando uma semente que não fosse germinar. Tinha medo de depois do livro pronto, depois do livro nas livrarias, sentir um frio na espinha, um medo sincero de não estar fazendo a coisa certa, de estar publicando algo com uma carga negativa. Cheguei a perguntar para um representante religioso se esse título era bom, se eu estava coerente. Ele disse que o nome não tinha nada de prejudicial. Era um livro e só. Não era uma atitude ruim, eu não estava agindo criminalmente, era uma ficção que podia abrir os olhos das pessoas para algumas garotas que caminham errado na vida, alimentando ódio, amargura, inveja e mentira. Me convenci. Fui aconselhada também a ressaltar no meu discurso a necessidade dos jovens em viverem uma vida leve, terem alegria no seu cotidiano, mostrando que as atitudes da personagem Mila não estão na moda. Ali entendi a missão.

E o medo que eu tinha de ser julgada pelo meu livro foi embora. As pessoas gostam de Sou Toda Errada e curiosamente elogiam muito o título. Tenho recebido mensagens lindas, comentando as atitudes da moça principal como algo que não deve ser feito. Meninas se identificam e algumas mostram arrependimento, contam dos vários questionamentos ao longo da leitura.

Não sei ainda até onde Mila me levará. Minha personagem parece de alguma forma abrir uma porta para a minha carreira e me fazer sentir segura para investir na minha escrita sem medo de ser questionada na minha vida pessoal. Mila está nas páginas do meu livro generosamente me dizendo que eu apenas escrevi o que ela é. Minha personagem me faz crer como a literatura enriquece a minha vida cotidianamente, me fazendo sorrir mais do que eu faria caso não escolhesse escrever em cadernos.

Estouramos a visitação do site! Obrigada, obrigada, obrigada! E mais um monte de obrigadas!

Com amor. Tammy

Anúncios

2 Respostas to “30 de março de 2010, terça-feira”

  1. Bruno Borges 31 de março de 2010 às 6:02 pm #

    E isso é apenas o começo! “Sou Toda Errada” ainda vai ser muito falado por aí…

  2. Bruno Borges 31 de março de 2010 às 6:05 pm #

    Esqueci de falar: Adorei a foto! =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: