Novo endereço!

6 fev

Esse Blog mudou de endereço! www.tammyluciano.com.br/blog

Obrigada sempre pelo carinho de todos vocês!!!

Sejam sempre felizes!

Eventinho bacana da Bianca Carvalho!

4 fev

20130201_192415

Depois de mostrar o macaquinho no post de ontem (veja aqui: https://blogdatammy.wordpress.com/2013/02/03/hora-do-macaquinho/), agora é a vez de contar detalhes de onde eu fui. Sou muito apaixonada em evento literário. Adoro! Sempre que posso, se algum amigo meu estiver lançando livro, eu vou! Primeiro porque sempre acreditei que artista tem que se ajudar. Depois porque eu me sinto bem podendo pegar meu livro autografado em um dia tão especial do autor.

Dessa vez o evento foi da Bianca Carvalho com o Jardim da Escuridão (Era Eclipse Editora) na Travessa do Barra Shopping. O lugar é lindo e me traz lindas recordações. Foi lá que lancei Garota Replay. A Bia era só felicidade e o livro está lindo!

20130201_192947

20130201_223131

No evento, eu tive a alegria de conhecer a Rafaela Guimarães, autora de Reencontros (Editora Baraúna). Super fofa, sorrisão, é mais uma escritora que a vida me faz conhecer. Para minha alegria, a Rafaela me presenteou com seu livro. Eu sou escritora, sei bem o que a gente sente quando resolve presentear alguém com nosso livro. De alguma forma, a pessoa tocou nosso coração. Fiquei muito feliz com o carinho da autora comigo. Quis tirar foto com as duas e seus livros fofos (estão muito lindos!) para mostrar para vocês!

Outros escritores também estiveram presentes. O Marco Antonio de Moraes (esse ano tem livro dele chegando para os leitores) e o Edson Gomes (autor de Psíquico, editora Dracaena) se juntaram no papo bom. O Edson sempre encontro em eventos, gente boa demais, estou super curiosa para ler o livro dele. Falamos muitoooooo de… literatura, claro, e planos para 2013. Que esse ano seja ótimo para todos nós!

20130201_205312

Linda semana para todos!

Sejam sempre felizes!

Hora do macaquinho!

3 fev

macaquinho

macaquinho2

O cenário perfeito para fotos é uma livraria!🙂

Eu sempre tive muito preconceito com macaquinho. Prefiro vestido do que usar uma roupa que seja um short e uma blusa costurados… rs Eu sei, preconceito, porque existem vários macaquinhos super fofos. Agora então que a moda dos conjuntinhos está por aí, o macaquinho acaba ficando ainda mais em alta.

Na hora de escolher que roupa colocar para o lançamento do livro da Bia Carvalho (falo mais disso em um próximo post), o calor foi decisivo para a escolha da roupa. Por isso, as paulistas andam mais chiques do que as cariocas. #Fato! Tem dias que o calor aqui fica tão forte que se torna impossível colocar calça, blazer… Até um maxi colar forrado de tecido incomoda.

Olhei  meu armário e a única roupa que combinava com o clima era biquini. Hein!? Tá, piadas à parte, acabei lembrando do meu macaquinho curto que apesar de adorar a estampa, sempre acabo não usando. Sem manga, bermudinha um pouquinho balonê, tecido leve.. Acabei convencida de que nenhuma outra peça seria melhor para o calor abusivo.

Unha_site

Escolhi também uma bolsa que comprei por impulso só por causa das cores verde água e lilás. O tom do macaquinho é azul, mas acabou combinando. Optei por um maxi brinco azul da Frida Escreve (www.fridaescreve.elo7.com.br) e anéis pequenos para não pesar o visual. O sapato boneca bege (City Shoes) também foi para dar uma dimiuída no colorido. Precisamos saber a hora de acalmar um look.

Qaul é a sua opinião sobre macaquinho? Usa? Tem algum?

Seja sempre feliz.

Cerejinha na unha!

2 fev

Unha2

Oie, garotas! Tudo bem com vocês? É, eu andei em uma vibe nude nos esmaltes, adorando os tons mais neutros, mas ontem no salão acabei achando esse cerejinha irresistível. O bacana dele é que a cor tem minúsculas purpurinas. Esse detalhe fez o esmalte ficar com um brilho lindo. A cor é o “Sabrina Sato Beauty Color Metálico Click Chic”.

Dizem que esmalte escuro ajuda a unha a crescer. Isso é mito! Acima de tudo fica chique e dura um pouco mais do que os clarinhos. Mesmo quando a gente está usando uma calça jeans, uma camisetinha básica, a unha feita com um esmalte escuro e um lindo anel faz diferença no visual e mostra mais feminilidade.

E você, que cor usou essa semana?

Seja sempre feliz!

A leitora Larissa e sua alegria contagiante!

31 jan

larissa_sposito

Quem disse que só leitor se emociona quando encontra um escritor? Minha memória não é das melhores, mas algo que eu guardo são os encontros com os leitores. As palavras, o carinho, as histórias, o pedido de abraço, foto… Inesquecível.

No final de 2012, em um evento na Fnac da Avenida Paulista, uma leitora muuuuuuuuuuitoooo fofa me olhava na pequena fila que se formou, mais entusiasmada do que todo mundo. A gente que é escritor vai autografando os livros, atendendo as pessoas lindas com tantas declarações amáveis, e claro, olhando ao redor e percebendo as pessoas. Essa leitora sorrindo me chamou atenção.

Finalmente, chegou a vez dela. Falando rápido, animada, entusiasmadíssima com literatura, dava pulos, mexia as mãos apressada como se me conhecesse há anos. O máximo! Ela disse que me adorava, amava livros, estava super empolgada com o evento, sorria, pediu foto, contou do blog que tinha… Eu me encantei com essa garota. Quanta alegria em uma só pessoa! Que delícia saber que alguém tão de bem com a vida, ainda por cima é garota propaganda de livros no mundo virtual e real.

O fato é que a leitora, chamada Larissa Sposito, além de me contaminar com sua alegria, carinhosamente me entregou uma revista EG em Foco (do Colégio Brigadeiro Eduardo Gomes):

– Ai, Tammy, queria tanto te entregar essa revista. Batalhei muito para trazer. Eu não tinha mais, mas consegui uma para você.

Enquanto eu tentava entender o que ela estava querendo dizer, ela abriu na página 3, me mostrou uma matéria com o título “Aluna do EG escreve seu próprio livro” com uma foto dela na matéria. Entendi. Que lindo, pensei. Que bacana, eu disse.

– Tammy, você é um exemplo para mim, vocês que escrevem, estão fazendo sucesso, poxa, eu amo os livros, eu quero ser escritora profissional.

– Acredita, vai dar certo! Virar escritora não é fácil, mas é possível. Imagina, eu hoje estou aqui em São Paulo, quando eu me imaginaria viajando o Brasil todo para divulgar meus livros? – Tá, confesso, acho que imaginei isso a vida toda.

– Tammy, você é muito fofa!

– Você que é!

– Cara, eu amei muito estar aqui hoje. MUITO! Poxa, mais jovens precisam ler nesse país. Eu amo ler!

– Concordo plenamente com você, Larissa.

– E cara, você escreve para os jovens. Eu adorei as coisas que você disse hoje aqui e tudo que os outros escritores disseram. Eu quero ser escritora. Você vai ler a revista?

– Claro, vou.

– Vai ler mesmo?

– Vou, vou sim.

– Espero que você adore.

– Já adorei receber. Vou fazer um post no meu Blog falando disso.

– Sério?

– Sério!

Bem, eu não fiz o post no Blog. Mas quem disse que a minha mente me deixa em paz? Eu tenho dentro da minha cabeça uma pasta de ítens que não me deixam em paz: Tammy, escreve no Blog; Tammy, grava Crônica Falada; Tammy, pesquisa para o livro novo; Tammy, arruma aquele detalhe no site; Tammy, escreve!!! E justamente essa pasta de ítens berrava comigo: Oh, minha fia, como é que é? E o texto falando da Larissa, a leitora de São Paulo que teve a maior consideração com você, revirou o mundo, conseguiu a revista que ela saiu e você prometeu que agradeceria, falando dela no seu Blog e até agora nada.

A culpa estava me consumindo. Assim como quando não consigo responder todos vocês, quando não tenho como mandar livro para quem está louco para ler uma história minha (tenho uma média de no mínimo 3 pessoas me pedindo livro por dia, seja para si ou para blog, sorteios…)… Vivo com essas questões na cabeça. Cada dia mais gente me conhece e cada dia me culpo mais. É uma estranha sensação de precisar retribuir a todo custo essas várias alegrias que recebo de vocês. Contar aqui meu encontro com a Larissa, vira uma forma de agradecer todos os meus leitores. Todos os encontros com vocês são os melhores possíveis. A Larissa é uma tagarela querida, super astral e eu a peguei de exemplo, mas todos vocês são demais!

Larissa, parabéns pela matéria na revista, você está linda, disse coisas ainda mais lindas e fico feliz de ser tão apaixonada por livros, escritores e escrita. Muito sucesso na sua carreira!

Antes de ir, deixo aqui um vídeo que gravei para a mesma Larissa. Essa menina! É que ela decidiu inteligentementeeeeeee comemorar o aniversário com um evento literário (não tô dizendo que essa menina é bapho?) e como eu estava de férias, o evento era em Sampa, eu moro no Rio, gravei esse recadinho que agora divido com vocês!

Antes de ir, deixo aqui uma página que eu fiz especialmente para colocar as mensagens que recebo dos melhores leitores do mundo, os meus: http://www.tammyluciano.tumblr.com/

Para quem quiser conhecer o Blog da Larissa Sposito, segue o link: http://opendoorofcreation.blogspot.com.br Se você quiser ler a matéria da EG em Foco, achei o link aqui: http://www.egemfoco.com.br/ef/?p=19597

Seja sempre feliz!

Ainda sobre Santa Maria…

31 jan
INDIGNAÇÃO EM VOZ ALTA!
(Coloquei esse texto no Facebook, muita gente curtiu, resolvi colocar aqui para arquivar e ainda mais gente possa refletir)

Nossa atitude é voltar o olhar para nossa vida e deixar a morte dos jovens de Santa Maria em ontem. Acho eu, pelo pouco que entendo, ser esse o primeiro degrau da negação desse luto nacional. Muitos dizem “não quero ler as notícias, não vou me envolver, chega do assunto, voltemos nós para o nosso facebook compartilhando piadas, fotos… divertidas… E depois o carnaval vai chegar mesmo! Ah, e tem o BBB que faz a gente se divertir e esquecer a realidade”.

Pessoas do Brasil, a hora da nossa indignação é AGORA! Você acha que depois, quando seu carro cair em um buraco ou você for assaltado, alguém vai te escutar? Um acontecimento horroroso desses precisa servir para que a gente reclame esse Brasil de tantos absurdos, abusos e mentiras.

Mais de 230 pessoas morreram porque nesse país não existe cobrança, a legislação é fraca e muitos brasileiros abraçam a lei do “jeitinho”. Hoje uma das vítimas sofreu morte encefálica, quase 120 pessoas estão em hospitais e 70 seguem em estado crítico. Não podemos pensar agora no nosso bem estar, em tocar a vida, nas nossas emoções com um egoísmo que, na verdade, nos faz ser parceiro de toda a lama… O Brasil precisa gritar alto, muito alto, se incomodar, repassar o assunto, trocar ideia, fazer esse acontecimento tão hediondo virar uma revolta pacífica nacional.

Escritores amigos que se incomodam com a falta de valorização da literatura brasileira, usem seu talento na escrita para cobrar atitude dos nossos governantes, escrevam, divulguem textos, coloquem o coração para fora do corpo, mostrem a cara, façam pedidos de ação, usem o dom da escrita para salvar todos esses anjos que estão chegando nesse exato momento no céu. Leitores que lutam por preços mais baratos de livros, essa tragédia é muito pior do que isso. Artistas, usem seu carisma para divulgar a reflexão, os pedidos de investigação, punição…

Precisamos nos indignar em voz alta, reclamar os direitos dos mortos e pensar que nosso país não é apenas de governantes. Se a gente não se importa, finge estar tudo bem e volta para nossa vida, aquelas pessoas vão continuar mortas para sempre. São famílias inteiras, uma cidade toda de luto e algo nesse país precisa mudar! URGENTE!

Muito dinheiro em impostos são pagos para que existam fiscalizações, cobranças, multas… Ou a gente se incomoda em voz alta, aproveita a internet para externar nosso horror e consegue que essas mortes tenham alguma finalidade (se é que isso é possível) ou futuramente teremos novas casas noturnas pegando fogo, novos lutos nacionais e dores profundas, irritantes que não é de uma pessoa só, é do Brasil todo. Ou você só vai se incomodar quando um bueiro explodir na sua rua ou um moço fizer xixi no seu muro?

Compartilhe essa ideia!

(Deixo aqui, mais uma vez, meus sinceros sentimentos para as famílias de todas as vítimas desse absurdo)

Repita roupas e fique na moda!

30 jan

repetir_roupa

Acho sempre estranho quem não gosta de repetir roupa e avisa: “Mas essa já usei”. Tá e daí? Não vai usar nunca mais? Antes era pior ainda. A pessoa fazia questão de deixar claro, a roupa era nova como se a sociedade precisasse dessa informação para aprovar o look da vez. Depois onde parava aquela peça? Pelo pouco que sei, assim caminhamos anos. Coitadas das roupas mais “cheguei”, estavam fadadas ao fim do mundo das prateleiras.

Aí de repente gente famosa e inteligente de moda, como Anna Wintour (da Vogue América), Carine Roitfeld (Vogue francesa) e Giovanna Battaglia (editora de moda da L’Uomo Vogue), começou a repetir roupas e o povo entendeu ser chique. Outra que canso de ver fazendo replay de roupitchas é a princesa Kate Middleton. Certamente dinheiro, marcas querendo emprestar, dar… Nada disso é problema para essas mulheres!

Está pensando que a Kate é a única princesa que repete roupa? Nada. Parece que a galera dos palácios não está nem aí para esse tipo de coisa. A princesa Letizia, mulher de Felipe de Espanha, usou pela terceira vez o mesmo modelo branco. Certíssima, usou o vestido em duas premiações em 2007 e em 2011 voltou a usar em um jantar de gala em Israel.

princesa2

Tammy, e você repete roupa? Claro que sim, gente! Imagina se eu vou usar uma vez só uma roupa que comprei. Não tem como! Até porque muitas vezes a roupa não foi baratinha e a gente tem que se jogar e aproveitar bastante. Se as princesas estão fazendo isso, imagina a gente que é plebeia? Nas duas fotos abaixo, estou usando uma blusa da AHA (http://www.aha.com.br/) que é uma marca que eu curto. Na primeira foto, combinei a blusa bem colorida com jeans e uma sandália rosa pink. Na segunda foto, usei um sapato caramelo com lacinho junto com uma carteira que eu amo do Atelier Clementinna nas cores caramelo e rosa (http://atelierclementtina.blogspot.com.br/). Isso para dar uma suavizada no colorido da blusa.

tammy_luciano

Então, compre, mas compre sem esquecer as roupas que você tem no armário. Imagine que garotas ricas como princesas sabem curtir suas roupas, repetindo sem medo. Peças do armário não são, nem devem ser vistas, como descartáveis. Duram anos! Invista, saiba misturar adereços, sapatos… Aquele vestido pode render muitas saídas, mudando de cara com a ajuda de um maxi colar lindo que você estava louca para comprar. Em outro momento, o mesmo vestido combina com aquele casaquinho que você jamais imaginou que daria liga… Não podemos olhar para o nosso armário superficialmente. Aproveite a moda, abusando da criatividade!

Comprar roupa é uma delícia, mas repetir algo que você amou também tem gostinho especial. E mais: pouca gente lembra que você usou aquela peça. Ou seja, a neura da repetição está na nossa cabeça. Se por acaso alguém questionar, avise: Quem está fora de moda é quem não repete roupa nenhuma!

Seja sempre feliz!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.691 outros seguidores